New England Soccer Today

O jogo Revolution em Português: #NEvTOR

Photo credit: Chris Aduama/aduamaphotography.com

Photo credit: Chris Aduama/aduamaphotography.com

NE REVOLUTION—1—TORONTO FC—1

TORONTO FC FOI A MELHOR EQUIPA

Foi a equipa visitante sem dúvida alguma a melhor equipa em campo, teve em Michael Bradley a figura do jogo, jogou e fez jogar, e marcou o golo que valeu um ponto frente a uma equipa que já não perdia a sete jogos.

Pensava-se que o Revolution ia ter a vida façilitada frente a uma equipa que se esta a levar tempo demais para se encontrar, o seu treinador muito jovem no ofiçio, Greg Vanney não se sabe quanto tempo vai ter para formar uma equipa.

Geralmento a direção do Toronto FC não tem muita paciençia quanto a tempo a dar a treinadores,mas o futebol apresentado no sabado frente ao Revolution dei indicações que pode ter futuro esta equipa técnica.

Porque foi a equipa visitante a que melhor futebol praticou durante toda a partida, foi a equipa visitante que mais oportunidades de golo criou em todo o encontro, por isso acredito que este treinador vai ter suçesso á frente desta equipa.
Não se compreende por parte do treinador Jay Heaps que durante todo o jogo nunca dei por ser Michael Bradley o jogador que estava a criar todos os problemas á sua equipa, e por isso devia ter dados ordens aos seus jogadores para não dar espaço a este jogador.

Foi a equipa visitante a ser a primeira a dar o sinal de perigo, quando Sebastian Giovinco, ex jogador da Juventus que cause ia marcando o primeiro do jogo quando apareceu em frente da baliza do Revolution e obrigou Bobby Shuttleworth a boa defesa.

Foi uma luta constante entre estes dois jogadores, e foi uma mão cheia de defesas a outros tantos remates de Sebastian Giovinco, mas levou sempre a melhor o guarda redes do Revolution.

Mas com este jogo ofensivo do Toronto FC foi a equipa da casa a ser a primeira a chegar ao golo, eram decorridos 31 minutos de jogo quando Charlie Davies apareçeu a frente do guarda redes do Toronto e rematou para o primeiro golo do jogo.

Na segunda metade do jogo,não houve melhorias da parte do Revolution, e foi a equipa visitante a chegar ao empate, numa jogada toda ela ao primeiro toque e com a finilização de Michael Bradley.

Este golo não veio trazer justiça ao resultado,mas o resultado estava feito,para a equipa da casa este resultado até não foi mau, porque quem joga da maneira que o Revolution jogou nao mereçe qualquer ponto.

Mas para o Toronto FC pode-se queixar de falta de sorte, ou pouca frieza por parte de Sebastian Giovinco, ou tambem encontrou pela frente um guarda redes que está a fazer um exçelente Campeonato.

Quanto aos melhores em campo, sem duvida que Michael Bradley foi o melhor, mas Sebastian Giovinco esteve muito bem, nao fosse o seu colega ter feito uma exibição de luxo de certeza que tinha sido o melhor em campo.

Pelo lado do Revolution cometeu-se um erro tremendo querendo que o seu melhor jogador Jermaine Jones ser o primeiro a não deixar Micael Bradley jogar, coisa que nunca aconteçeu, porque Jermaine Jones nunca consegui parar o seu colega de selecao.

Esteve muito longe de outros jogos, Jermaine Jones foi uma sombra de outras noites em que tem sido o carregador de toda a “molibia” desta equipa do Revolution.

E já agora um reparo, não se compreende como se pode tirar a braçadeira de capitão de um minuto para ao outro a Jose Gonsalves, será que ouve algum desentendimento entre Jose Gonsalves e Jay Heaps? Algum dia se virá a saber.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *